SEDU decide reaplicar provas dia 18 para todos os candidatos (Professores e Pedagogos).

SEDU decide reaplicar provas dia 18 para todos os candidatos (Professores e Pedagogos).

A Secretaria de Estado da Educação(Sedu) vai reaplicar as provas de conhecimentos para todos os 29.690 candidatos inscritos no processo seletivo simplificado para as 11 mil vagas para professores e pedagogos.

A informação foi divulgada no início da noite de ontem pela Escola de Serviço Público do Espírito Santo (Esesp), órgão responsável pela realização do certame.

A prova objetiva, com questões de múltipla escolha de conhecimentos básicos e específicos para o cargo pleiteado, será reaplicada em 12 municípios do Estado, no dia 18 de dezembro.

As provas para professor MAPA e MAPB serão das 09:00 às 12:00 horas, e para pedagogo e professor de educação especial, das 14:00 às 17:00 horas. A Esesp e a Sedu informaram que um novo edital será publicado na próxima segunda-feira, 5.

De acordo com a Esesp, a decisão foi tomada após o recebimento de relatos e denúncias apresentados pelo Ministério Publico Estadual, relacionados à aplicação da avaliação de conhecimentos, feita por meio de prova objetiva no último dia 27 de novembro. Candidatos de uma escola da Serra reclamaram de terem ficado sem provas.

A Esesp, em conjunto com a Sedu e a Procuradoria Geral do Estado(PGE), analisou todos os casos e identificou o não cumprimento dos requisitos determinados pelo Edital nº 045/2016, publicado no dia 18 de outubro de 2016.

Sendo assim, a nota de esclarecimento divulgada no dia 28 de novembro deve ser desconsiderada pelos candidatos,
“pois se faz necessária a reaplicação da prova para todos os cargos para que seja garantida a lisura da seleção”.

Quem não quiser fazer o exame na nova data marcada, poderá solicitar o cancelamento da sua inscrição. O requerimento deverá ser solicitado no site www.educacao.es.gov.br, no período que vai das 10:00 horas do dia 6 de dezembro às 23:59 horas do dia 7 de dezembro. O candidato receberá de volta o valor da inscrição, que foi de R$ 35,00.

A seleção tem como objetivo contratar mais de 11 mil profissionais que vão atuar nas escolas da rede estadual no ano que vem. A aplicação da prova objetiva é uma das etapas do processo seletivo que está em andamento. Conforme o edital de abertura da seleção, ainda haverá chamada e comprovação de títulos, de caráter eliminatório.

Fonte: Jornal A Gazeta, edição de 03.12.2016.

mais vagas...