10 cursos técnicos com mais oportunidades de emprego no ES.

10 cursos técnicos com mais oportunidades de emprego no ES.

O investimento na carreira muitas vezes leva tempo, exige disposição e capacitação permanente, mas existem algumas formas de pular etapas e encurtar caminhos para se posicionar bem no mercado de trabalho. Uma delas é escolher um curso técnico que se encaixe no seu perfil profissional e, de quebra, ainda esteja em alta no mundo dos empregos.

Pesquisa.

Uma pesquisa recente da Consultoria ManpowerGroup concluiu que os cargos técnicos e de profissionais com habilidades técnicas específicas são os postos que as empresas mais têm dificuldades para preencher hoje no Brasil. A qualificação técnica é considerada o grande gargalo e, ao mesmo tempo, é uma das possibilidades de aumentar a produtividade e a qualificação da mão de obra no país.

Entre os cursos promissores e com grande índice de contratação, são apontados os técnicos em comércio exterior, meio ambiente e segurança do trabalho.

Os 10 cursos técnicos promissores.

Comércio Exterior.

O Espírito Santo tem vocação natural para esta área. Além disso, o mercado globalizado garante o aumento de procura por esses profissionais.

Mecânica.

Trabalha na fabricação, montagem e na instalação de máquinas e equipamentos. A expectativa é que, com a indústria voltando a crescer, aumente e procura por este profissional.

Eletrotécnica.

Avalia projetos e esquemas de instalações. Há boas oportunidades no ramo de sistemas de distribuição e armazenamento de energia.

Meio Ambiente.

Apesar do mercado desaquecido, há muitas oportunidades nas áreas de construção e indústria, além de óleo e gás.

Redes de Computadores.

O mercado de TI está aquecido e precisa de pessoal qualificado para cuidar da parte de infraestrutura.

Segurança do Trabalho.

Nos últimos anos, esses técnicos ganharam importância em quase todos os setores da economia, pois são necessários em qualquer empresa que reúna grande número de trabalhadores.

Logística.

A logística tem sido um grande gargalo na distribuição de tudo o que é comercializado no país, principalmente com o aumento das vendas pela internet.

Estética.

O profissional sai do curso e pode trabalhar de forma autônoma, abrindo uma clínica na própria casa.

Geoprocessamento.

São capacitados para analisar terrenos onde empresas serão implantadas. Essa profissão trabalha com a área de Petróleo e Gás, por exemplo, que deverá manter-se em ascensão ainda por muito tempo.

Desenvolvedor de mobile.

No curso, os estudantes capacitam-se para desenvolver novas plataformas digitais para empresas e organizações. Talvez essa seja a área com maior escassez de profissionais entre as listadas.

Formação mais curta, focada e barata.

As vantagens para se fazer um curso técnico são muitas, principalmente em momentos de recessão econômica e em que o mercado de trabalho precisa de profissionais dinâmicos e voltados para a atuação prática.

Outra vantagem é que os cursos técnicos têm duração menor, entre 12 e 24 meses, e têm sido demandados por empresas de diferentes ramos de atividade. Além disso, a formação técnica custa menos: os valores podem variar de acordo com o curso escolhido, porém, são mais baratos que os cursos de graduação. Uma boa alternativa é começar o técnico logo após o término do ensino médio.

Com informações da Gazeta Online.

mais vagas...